IGREJAS EVANGÉLICAS TAMBÉM DIZEM NÃO ÀS REFORMAS E CHAMAM PARA A GREVE GERAL

abril 25, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade

Depois da Igreja Católica, as Igrejas Evangélicas também assinaram um manifesto em que criticam as reformas Trabalhista e da Previdência propostas pelo governo Michel Temer e chamam a população para a greve geral do dia 28, que protesta contra a retirada dos direitos trabalhistas; pronunciamento oficial, assinado pelos presidentes e representantes das Igrejas Evangélicas Históricas brasileiras, critica diversos pontos das reformas

247 - Depois da Igreja Católica, as Igrejas Evangélicas também assinaram um manifesto em que criticam as reformas Trabalhista e da Previdência propostas pelo governo Michel Temer e chamam a população para a greve geral do dia 28, que protesta contra a retirada dos direitos trabalhistas.
Um pronunciamento contra as reformas divulgado no final de março já havia sido assinado por 11 igrejas evangélicas, entre elas a Aliança Evangélica, a Igreja Metodista no Brasil e a Igreja Evangélica Luterana do Brasil.
O pronunciamento oficial é assinado pelos presidentes e representantes das Igrejas Evangélicas Históricas brasileiras, que criticam, entre outros pontos das reformas, a idade mínima de 65 anos para se aposentar, para homens e mulheres - o texto já recebeu alterações.
Confira a íntegra do documento, publicado no site da Igreja Metodista.

Image and video hosting by TinyPic

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA ACADEMIA PATUENSE DE LETRAS E ARTES

abril 25, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Resultado de imagem para nota de esclarecimento
No último domingo (23), em matéria vinculada neste Blog, publicamos através do Escritor Médico e Psiquiatra, uma matéria ao qual o mesmo pede explicações sobre sua expulsão da APLA - Academia Patuense de Letras e Artes. Portanto, nesta segunda-feira (24), recebemos uma Nota de esclarecimento da Direção da APLA, composta por; Petronilo Hemetério Filho - Presidente, José Bezerra de Assis - Vice - Presidente, Aluísio Dutra de Oliveira - Tsoureiro e Mônica Alves Brasiliano - Secretária. Confira Nota:

SEGUE A NOTA

A Academia Patuense de Letras e Artes – APLA, vem de público esclarecer que o escritor Epitácio de Andrade Filho, que através das redes sociais (blogs e facebooks) solicitou explicações sobre sua expulsão da referida academia. A APLA esclarece que as informações do citado escritor não procedem, visto que o mesmo nunca fez parte do quadro de acadêmicos desta instituição. 
         Esclarecemos ainda que o presidente da APLA o escritor Petronilo Hemetério Filho antes da fundação desta academia havia convidado o referido escritor para fazer parte, no entanto este nunca manifestou interesse em tornar-se membro da APLA, não tendo apresentado nenhum documento exigido para a admissão de seus membros.
               Ressalta-se que a APLA é regida por um estatuto e que qualquer decisão é tomada por sua diretoria com base estatutária, o que torna improcedente ou inválida a decisão individual de qualquer membro.

Petronilo Hemetério Filho
Presidente da APLA.

José Bezerra de Assis
Vice-presidente 

Aluísio Dutra de Oliveira
Tesoureiro

Mônica Alves Brasiliano
Secretária

Portanto, o Blog Senador Georgino Avelino Minha Cidade, tem o compromisso com a verdade, deixando nosso espaço aberto para ambos os lados da notícia.
Image and video hosting by TinyPic

LULA DECLARA GUERRA À GLOBO E PROMETE REGULAR A MÍDIA QUANDO VOLTAR

abril 25, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Foto: Ricardo Stuckert
Ex-presidente prometeu regulamentar o mercado da mídia caso seja eleito presidente mais uma vez; declaração foi feita na noite desta segunda-feira 24, durante seminário sobre economia organizado pela Fundação Perseu Abramo em Brasília; Lula também disse que, se voltar à presidência, não vai almoçar com os Marinho, da TV Globo, nem falar com a revista Veja; "Eles vão ter que entender que estarão lidando com um cidadão diferente. Se não sabem lidar com as mentiras que eles inventarem, eu não posso fazer nada", anunciou; o petista provocou ainda a Globo sobre as eleições de 2018: "Eles que escolham seu candidato, porque eu já derrotei o candidato da Globo"; depois do evento, Lula se reuniu com lideranças indígenas

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu regulamentar o mercado da mídia se for eleito presidente da República pela terceira vez. A declaração foi feita na noite desta segunda-feira (24), durante seminário sobre economia organizado pela Fundação Perseu Abramo em Brasília.

Lula também disse que, se voltar à presidência, não vai almoçar com os Marinho, da TV Globo, nem falar com a revista Veja. "Eles vão ter que entender que estarão lidando com um cidadão diferente. Se não sabem lidar com as mentiras que eles inventarem, eu não posso fazer nada", anunciou.

O ex-presidente pontuou ainda que é vítima de uma perseguição injusta e baseada em mentiras, mantida em ação 24 horas por dia. Mas que, agora, após anos fazendo acusações que não encontram provas para serem respaldadas, os meios de comunicação enfrentam uma situação difícil.

"Está chegando a hora de parar de falatório e provar. A prova em cima do papel. Quero que mostrem uma conta, um desvio de conduta meu", afirmou.

Sobre as eleições de 2018, Lula também provocou a Globo, em alusão a Aécio Neves (PSDB), delatado pela Odebrecht e acusado de ser um dos políticos que mais recebeu propina da empreiteira, R$ 50 milhões, parte dela em uma conta em Nova York. "Eles que escolham seu candidato, porque eu já derrotei o candidato da Globo", disse Lula.
Image and video hosting by TinyPic

DIRCEU PODE GANHAR LIBERDADE NESTA TERÇA

abril 25, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Resultado de imagem para josé dirceu
Em uma decisão que pode ter impacto em todas as prisões da Lava Jato, o STF (Supremo Tribunal Federal) vai decidir nesta terça-feira se solta ou não o ex-ministro José Dirceu; o habeas corpus apresentado pelos advogados do petista será apreciado por cinco ministros de uma das turmas do STF; o argumento para que Dirceu ganhe a liberdade é que, embora condenado por duas vezes pelo juiz Sergio Moro, o caso dele ainda não foi julgado em segunda instância, e a lei determina que o acusado responda em liberdade até que isso ocorra; a comunidade jurídica aguarda com expectativa a decisão: caso os magistrados determinem que Dirceu seja posto em liberdade, será uma sinalização de que o STF estaria disposto a rever as "alongadas prisões que se determinam em Curitiba", termo já usado por um dos ministros da turma, Gilmar Mendes; Caso Dirceu permaneça detido, o resultado será visto como um endosso da Corte às detenções determinadas pelo juiz Sergio Moro

247 - O STF (Supremo Tribunal Federal) julga nesta terça-feira um habeas corpus que pode pôr o ex-ministro José Dirceu em Liberdade. 

O argumento para que Dirceu seja solto é o de que, embora condenado por duas vezes pelo juiz Sergio Moro, o caso dele ainda não foi julgado em segunda instância. E a lei determina que o acusado responda em liberdade até que isso ocorra.

O mesmo fundamento embasou a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, que colocou o goleiro Bruno em liberdade em fevereiro.

As informações são da coluna de Monica Bergamo na Folha de S.Paulo.

"Há uma grande expectativa na comunidade jurídica em torno do julgamento: caso os magistrados determinem que Dirceu seja posto em liberdade, será uma sinalização de que o STF estaria disposto a rever as "alongadas prisões que se determinam em Curitiba, termo já usado por um dos ministros da turma, Gilmar Mendes. Caso Dirceu permaneça detido, o resultado será visto como um endosso da Corte às detenções determinadas pelo juiz Sergio Moro.

Fazem parte da segunda turma os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Edson Fachin."
Image and video hosting by TinyPic

“Vou qualquer dia”, afirma Lula sobre data do depoimento a Moro

abril 24, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Em seminário das bancadas do PT na Câmara e Senado e da FPA, ex-presidente declarou que Temer traz de volta complexo de vira-lata da elite brasileira
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu que, independentemente da data que for definida para o seu depoimento na Operação Lava Jato, ele irá a Curitiba (PR), pois não há pessoa mais interessada que ele na verdade.
“Uma jornalista me perguntou se foi melhor ou não o depoimento do dia 3 ter sido suspenso. Eu não marquei dia 3 nem desmarquei dia 3. Na hora em que for marcado o meu depoimento, estarei em Curitiba ou em qualquer lugar que for, porque, entre todos do Ministério Público, do Poder Judiciário e da imprensa, quem mais deseja a verdade sou eu”, declarou Lula, durante o Seminário Estratégias para a Economia Brasileira, realizado nesta segunda-feira (24) e organizado pelas Bancadas do PT na Câmara e no Senado, em parceria com Fundação Perseu Abramo.
Na sua avaliação, seu depoimento é uma grande oportunidade para se defender com sua própria voz. “É um direito meu, de defesa minha. Faz três anos que estou ouvindo. Será minha hora de falar”, declarou.
Lula afirmou ainda que tem sido tratado, pela Justiça e pela mídia, de forma pior que outros investigados e disparou: “Está chegando a hora de parar o falatório e mostrar as provas”.
O ex-presidente ainda declarou a necessidade de democratizar os meios de comunicação no Brasil.
“O que eu quero é que seja democratizado de verdade e que meia dúzia de famílias não detenham o monopólio dos meios de comunicação. E eles têm que saber disso, porque eu sei o que estou passando, eu sei a quantidade de mentiras que estão falando de mim 24 horas por dia, de segunda a domingo”, apontou.

Retrocessos de Temer

Em sua fala, o ex-presidente enfatizou que as medidas do governo golpista de Michel Temer trazem de volta o complexo de vira-lata da elite brasileira.
“Enquanto o resto do mundo se volta para uma nacionalização, para a proteção das empresas nacionais, eles estão arreganhando o Brasil. É a volta do complexo de vira-lata da elite brasileira.”
Para Lula, o País está desgovernado e não é possível um governo ter credibilidade se não tiver voto popular. Por isso, lembrou que, para resolver os problemas do Brasil, é fundamental ter eleições diretas.
“Esse País não precisa ter uma pessoa ocupando um cargo dizendo que não tem popularidade, mas tem voto no Congresso Nacional. Esse País precisa ser governado por alguém que saiba cuidar de 204 milhões de pessoas que precisam ser cuidadas”, declarou.
Lula também destacou uma entrevista do diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI), Alejandro Werner, que afirma ser “imperativa” a aprovação da reforma da Previdência no Brasil.
“O FMI não tem autoridade moral de dar nenhum palpite sobre o que nós devemos ou queremos com qualquer coisa no nosso País. Foi por isso que nós tomamos a decisão de não mais dever ao FMI”, lembrou Lula.
O petista ainda falou do papel do Partido dos Trabalhadores na conjuntura atual. Para ele, o PT precisa assumir o papel de oposição
“Seremos governo quando ganharmos as eleições de novo. Enquanto isso, temos que cumprir o papel do mais importante partido de oposição, com moral elevada, porque ninguém fez mais pelo Brasil que este partido”, ressaltou.

Seminário Estratégias para a Economia Brasileira

Na mesma mesa do Seminário Estratégias para a Economia Brasileira, a líder do PT no SenadoGleisi Hoffmann (PR), afirmou que o Partido dos Trabalhadores precisa dar uma resposta à sociedade e dizer o que faria caso ainda estivesse à frente do governo.
“Com os 13 anos dos nossos governos, temos sim a possibilidade de dar resposta ao povo brasileiro. Temos que dar respostas a curto prazo, mas também salvar o legado do PT e deixá-lo presente na memória do povo”, declarou.
Para ela, este seminário é resultado do incentivo, cobrança e exemplo do ex-presidente Lula, que sempre fala do papel do PT em ser propositivo e mostrar que sabe como governar e tirar o Brasil da crise.
Para o líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (SP), o governo golpista de Temer só tem um objetivo: “desorganizar, desfazer, retroagir, voltar atrás em tudo aquilo que foi conquistado pelo povo brasileiro em meio século de luta”.
“Eles não têm um plano nacional, um plano de desenvolvimento nacional, só querem tirar as conquistas do povo.” Zarattini reforçou ainda que o PT está apresentando diversas medidas para a saída da crise e a defesa dos direitos da população.
“Queremos imediatamente a revogação da Emenda Constitucional 95 do teto orçamentário, a retirada de pauta da dita reforma da Previdência, que na verdade é a demolição da previdência e o fim da aposentadoria. Vamos combater a reforma trabalhista, que é a tentativa dos empresários que querem resolver a crise jogando seu peso nas costas dos trabalhadores”, afirmou.
Presente ao Seminário, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, ressaltou que o PT já mostrou que sabe fazer o melhor para o Brasil.
“Fizemos e podemos fazer de novo. Mas isso requer, antes de tudo, que a gente derrube o governo golpista, que a gente consiga fazer eleições diretas”, declarou.
Assista aqui:
Image and video hosting by TinyPic

Qual será o novo pretexto, que possa impedir a assunção do 1º Suplente de Vereador Jorge Motta na Câmara municipal de Georgino Avelino?

abril 24, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
A Câmara municipal de Vereadores do município de Senador Georgino Avelino/RN, poderá ter na Sessão desta próxima quarta-feira, uma possível assunção do 1º Suplente Legislativo, após pedido de Licenciamento da Vereadora Maria da Conceição por um período de 60 dias, segundo requerimento[...]
Palco de grandes discussões, a câmara municipal de Georgino Avelino, presenciou na última sessão ordinária, realizada em plenário na Sede Legislativa um principal debate em relação ao Requerimento de Licenciamento da Vereadora Maria da Conceição.
Este requerimento pode parecer uma questão de somenos, mas esta discussão, versando sobre a assunção da suplência após o caso de licenciamento, ganhou grande destaque na sessão ordinária, onde, antes mesmo de ir para votação, a atual presidente da Casa Legislativa, encerra a Sessão, após o vereador Valdir Patrício pedir mais atitude por parte da Chefe do Legislativo.
Diante apresentação do requerimento, um dos questionamentos relativos á assunção do 1º suplente, foi feito pelo Vereador Marcos Patrício de Sena, que mostrou-se contrário a assunção do 1º suplente. Segundo ele, com a possível assunção do vereador suplente, este, Jorge Motta da Rocha (1º Suplente de Vereador do município), poderia trazer gastos para a Casa Legislativa, se observamos melhor, nesta hipótese podemos comentar que o vereador Marcos Sena, poderia estar usando de "Manobra Regimental" um discurso muito usado por ele mesmo, apesar que a Vereadora Maria da Conceição, abriu mão de sua remuneração durante o período de licenciamento, agora, qual será o próximo pretexto do Vereador Marcos Sena? manter-se contrário á Lei que rege o Regimento Interno da Câmara municipal, quando se refere que “Em qualquer caso de vaga ou de licença de vereador o presidente da Câmara convocará imediatamente o respectivo suplente?

 Embora o Art. 41 da Lei Orgânica municipal rege que “Dar-se-á a convocação do suplente de vereador nos casos de vaga, de licença ou impedimento. $1 O suplente convocado deverá tomar posse no prazo de quinze dias contados da data de convocação, salvo justo motivo aceito pela Câmara, quando se prorrogará o prazo."

O pedido de licença, segundo o Regimento Interno da Câmara municipal, para ser rejeitado, precisa de quorum de 2/3 (dois terços) dos vereadores presentes.
Em outra ocasião, está o Vereador Valdemar Cerilo da Costa, que atualmente faz parte da bancada oposicionista no município, mas, que durante a pauta do requerimento, demonstrou também sendo contrário, acompanhando de forma semelhante com o vereador Marcos Sena, portanto o Vereador Valdemar Cerilo deixa uma tal desconfiança, esta, se ele é hoje situação ou oposição no município, como diz a música do Compositor Fernando Mendes "Eu tenho dois amores, que nada são iguais, mas não tenho a certeza de qual eu gosto mais”.
Noutro giro verbal, destacamos ainda a atitude da Vereadora Roseli Maria da Costa, atual presidente da Câmara de Vereadores da Cidade, após a expressão em plenário do Vereador Valdir Patrício, que pediu mais atitude por parte da presidente em condução a sessão. Portanto, o Art. 80 do Regimento Interno da Câmara, destaca; “Sempre que o Vereador cometer, dentro do recinto da Câmara, excesso que deva ser reprimido, o Presidente conhecerá do fato e tomará as devidas providências seguintes, conforme a gravidade. I – Advertência em plenário; II – Cassação da Palavra; III – Determinação para retirar-se do plenário; IV – Suspensão da sessão para entendimentos na sala da presidência; V – Proposta de cassação de mandato de acordo com a legislação. 
"Sempre que o vereador cometer", pelo que presenciamos em Plenário, não aconteceu por parte do Vereador Valdir fatos, que justifiquem o encerramento da Sessão por parte da Mesa Diretora.

De tal forma, o encerramento da sessão por parte da Vereadora e Presidente da Câmara não justifica nenhum dos pontos citados acima. Em virtude ao acontecimento, podemos imaginar que, a nobre parlamentar, quis de tal forma mostrar mais atitude! O que não foi a decisão certa da presidente, chegando a agir por impulso.
Como a Presidente da Câmara mesmo afirmou "Deixa para próxima" o que nos resta é aguardar o que irá acontecer na sessão desta quarta-feira.
Já para o 1º Suplente Jorge Motta da Rocha, resta aguardar a convocação por parte da Mesa Diretora, já que o requerimento de licenciamento da Vereadora Maria, foi pautado e lido em Sessão como rege a Lei.  Neste passo, uma vez que convocado, o 1º suplente assumirá os trabalhos como legislador no município. Assumindo a vaga, a atual oposição do município continua com quatro vereadores da base. A Sessão da próxima quarta-feira, provavelmente terá novidades na Casa Legislativa. 

O Vídeo acima, resume a pronúncia do Vereador Valdir Patrício, onde questiona de a não assunção do suplente ser devido ser do grupo oposicionista no município. Em sua fala também, cobra mais atitude por parte da Chefe do Legislativo Municipal.

Em sessão já realizada na Câmara municipal, o Vereador Marcos Sena cita "Manobras Regimentais" por parte dos Vereadores de Oposição em não aprovarem o projeto 08/2017. E agora? Quem estará usando de "Manobras"?
Segundo o Vereador Marcos Patrício em Fala "Aprovo o requerimento, mas, da forma do Art. 41 Parágrafo 2º - Sem haver necessidade de convocar o suplente, para não gerar despesa para esta casa."
Em pesquisa a Lei Orgânica do município, procuramos o que diz o Parágrafo 2º do Art. 41, por sua vez, especifica "Enquanto a vaga a que se refere o parágrafo anterior não for preenchido, calcular-se-á "quorum" em função dos Vereadores remanescentes", ao contrário de "Não haver necessidade de convocar o Suplente para não gerar despesas".
Já para o Vereador Valdemar Cerilo, o mesmo afirmou em sessão "Eu concordo com o que o nobre Vereador falou (Marcos Sena), só que eu acho que entre os vereadores, quando ocorrer um debate desses, seriamos convidados internamente, os vereadores comunicados entre a gente, seria um pouco mais viável" Finaliza o Vereador Valdemar. Mas, a pergunta que não quer Calar "Vereador, porque em sua Opinião, os vereadores teriam que serem convidados internamentes para debaterem um pedido de Licenciamento?"
Já o Vereador Valdir Patrício, o mesmo afirmou que concordaria com o Vereador Valdemar, mas, não pontuou em que concordaria. "Eu concordo também vereador, mas como já foi lido aqui em plenário, eu sou contrário, eu concordo para se convocar o vereador suplente".
Image and video hosting by TinyPic

Escritor Patuense pede explicações sobre sua Expulsão da APLA

abril 23, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
A imagem pode conter: 3 pessoas
Escritor Epitácio Andrade
Por meio de requerimento datado de 22 de abril de 2017, o médico psiquiatra e pesquisador social, escritor, autor do livro A Saga do Limões - Negritude no Enfretamento ao Cangaço de Jesuíno Brilhante, pediu ao presidente da APLA (Academia Patuense de Letras e Artes), Petronilo Hemetério Filho explicações sobre sua esdruxula expulsão daquela confraria. 
Resultado de imagem para Petronilo Hemetério Filho
Petrolino Hemetério
Para o autor do romance Fui ao Croatá - Uma geolovehistory (2015) tal requerimento se justifica pela necessidade de esclarecer aos seus leitores as razões dessa inconsequente situação. Devido a postura impeditiva de acesso á APLA imposta pela tesouraria da entidade, ocupado por um blogueiro, não escritor muito menos artista, o escritor patuense aproveita o espaço deste blog para fazer a indicação do maior artista plástico do Rio Grande do Norte, o patuense portador de deficiência neurossensorial Jany Tavares, autor da obra Óleo sobre tela " destinos " que ilustra esta matéria, para ocupar a cadeira cuja patronese é sua tia a escritora patuense Mocinha Saraiva, autora do livro Uma mudança ao Ceará, produzido pelo escritor patuense Epitácio Andrade, tendo como ilustrador Jany Tavares.
Destinos de Jany Tavares
Ilustração de Jany Tavares
Image and video hosting by TinyPic
featured

Visita a Fazenda Bom Jardim - Lugar de Memória da Viagem Etnográfica de Mário de Andrade

abril 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Como parte do trabalho de pesquisa sobre a influência modernista no litoral sul potiguar, em setembro de 2012, um grupo de ativistas culturais, formado pelo escritor Dudé Viana, pelo médico psiquiatra Epitácio Andrade e pelo artista circense Alberi Silva, visitaram a Fazenda Bom Jardim, localizada a 03 km da sede urbana do município de Goianinha, distante 50 km da capital, que se constitui num lugar de memória da idílica viagem etnográfica do escritor modernista paulistano Mário de Andrade, no final da década de 20 do século passado, ao nordeste brasileiro.
Dudé Viana, Alberi e Epitacio Andrade na Faz. Bom Jardim
A Fazenda Bom Jardim é um complexo arquitetônico histórico que pertenceu ao crítico literário Antônio Bento e testemunhou o encontro do escritor Mário de Andrade com o cancioneiro popular Chico Antônio, durante sua incursão exploratória ao universo cultural nordestino, no final de 1928 e início de 1929. 
Vista Panorâmica do Engenho Bom Jardim
Os pesquisadores visitaram a sede da fazenda, onde é preservada o mobiliário colonial e seu acerco de utensílios e peças museológicas, o antigo engenho, o casario e o secular açude, que guarda relatos lendários.
Pesquisadores no secular açude do Bom Jardim
 Acerca das lendas que florescem sobre a Fazenda Bom Jardim, os pesquisadores encontraram nas circunvizinhanças a octogenária Dona Maria de Lourdes, que afirma ouvir as estórias do Bom Jardim desde infância e as relata com tranquilidade e lucidez.
Ativistas com contadora de estórias
Durante a incursão investigatória ao complexo histórico da Fazenda Bom Jardim, os ativistas culturais descobriram a cantora Dona Nazaré que tem um repertório de músicas que foram interpretadas pelos cancioneiros Eliseu Ventania e João Liberalino, além de canções de inspiração indígena. 
Pesquisadores com cancioneira
O trabalho de campo da pesquisa sobre o legado modernista no litoral sul potiguar, na etapa referente a visita a  Fazenda Bom Jardim, recebeu o suporte operacional do sargento da Polícia Militar do Rio Grande do Norte Sebastião Avelino da Silva e o registro fotográfico é creditado a Ito Ferreira e Andrade.
Sgt Avelino com estudiosos da cultura popular
Depois do trabalho exploratório na Fazenda Bom Jardim, o pesquisador social Epitácio Andrade e o estudioso da cultura popular Dudé Viana tiveram uma reunião de planejamento de atividades com Jack d'Emília, articulista do Festival Literário Alternativo da Praia da Pipa (FLIPAUT), previsto para o período de 21 a 25 de novembro próximo, com o objetivo de agendar e viabilizar a apresentação do relatório final da pesquisa sobre o legado modernista no litoral sul do Rio Grande do Norte.
Epitácio Andrade, Dudé Viana e Jack d'Emília

do epitacioandradefilho
Image and video hosting by TinyPic
featured

LULA DENUNCIA FABRICAÇÃO DA DELAÇÃO DE LÉO PINHEIRO

abril 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Condenado a 26 anos de prisão, o empresário deu uma guinada radical no que vinha declarando e agora acusa o ex-presidente Lula de ser dono do triplex do Guarujá e tê-lo orientado a destruir provas, dando o argumento para o juiz Sérgio Moro decretar a prisão preventiva do ex-presidente por suposta obstrução da Justiça; segundo a defesa de Lula, as acusações de Léo Pinheiro eram condição sine qua non para que ele tivesse acordo de delação premiada firmado. Sua negociação com os procuradores para reduzir sua sentença é pública e documentada; "Claramente, a falsa versão negociada com Léo Pinheiro destina-se a cobrir os furos e inconsistências da denúncia do power-point, além de transferir sem provas, para outra pessoa (Vaccari), a responsabilidade pelos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro pelos quais Pinheiro é acusado na ação. Trata-se de uma farsa em favor do réu e dos levianos promotores", diz o Instituto Lula; confira a trajetória de como Léo Pinheiro mudou em relação a Lula

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou neste sábado, 22, por meio do Instituto Lula, a trajetória de como se deu a delação premiada do empresário Léo Pinheiro, da OAS. 
Condenado a 26 anos de prisão, o empresário deu uma guinada radical no que vinha declarando e agora acusa o ex-presidente Lula de ser dono do triplex do Guarujá e tê-lo orientado a destruir provas, dando o argumento para o juiz Sérgio Moro decretar a prisão preventiva do ex-presidente por suposta obstrução da Justiça. 
Segundo a defesa de Lula, as acusações de Léo Pinheiro eram condição sine qua non para que ele tivesse acordo de delação premiada firmado. Sua negociação com os procuradores para reduzir sua sentença é pública e documentada.
"Claramente, a falsa versão negociada com Léo Pinheiro destina-se a cobrir os furos e inconsistências da denúncia do power-point, além de transferir sem provas, para outra pessoa (Vaccari), a responsabilidade pelos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro pelos quais Pinheiro é acusado na ação. Trata-se de uma farsa em favor do réu e dos levianos promotores", diz o Instituto Lula. 
Leia na íntegra o material do Instituto Lula:
Fabricando uma delação: contradições e pressão por uma delação envolvendo Lula
Nesta quinta-feira (20), o sócio e ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, preso em Curitiba, prestou um depoimento no qual muda completamente o que vinha dizendo desde sua prisão, em novembro de 2014. Segundo a imprensa, as novas alegações fazem parte de um acordo de delação que ele e a empresa OAS estariam fechando com o Ministério Público. Uma pré-condição para esse acordo seriam afirmações que incriminassem Lula no processo que envolve a apuração da propriedade de um apartamento no Guarujá. Léo Pinheiro não apresentou provas, mas cumpriu com uma parte do script.
Léo Pinheiro é um depoente condenado a 26 anos de prisão em outro julgamento. Sua negociação com os procuradores para reduzir sua sentença é pública e documentada.
Acompanhe a cronologia da pressão sobre Léo Pinheiro:
Novembro de 2014 - prisão
A primeira prisão de Léo Pinheiro data de novembro de 2014. No entanto, cinco meses depois, em abril de 2015, o Supremo Tribunal Federal decidiu que ele fosse colocado em prisão domiciliar. 

Junho de 2016 - delação recusada: faltou Lula
Condenado a 16 anos de prisão, o empresário aceitou fazer uma delação premiada. Porém, num episódio que lembra um famoso vídeo do canal humorístico Porta dos Fundos, sua delação foi recusada em junho porque, segundo matéria publicada na Folha de São Paulo, não incriminava o ex-presidente. 

Delação de sócio da OAS trava após ele inocentar Lula

Agosto de 2016 - procuradoria encerra negociações
No final de agosto, a Procuradoria-Geral suspendeu as negociações com Léo Pinheiro e a OAS. Os advogados de Lula pedem que sejam apuradas as informações de que a delação foi recusada por inocentar o ex-presidente.

Negociação da delação da OAS é suspensa


Pedido de investigação dos advogados de Lula sobre pressão sobre Léo Pinheiro na PGR não dá em nada
Setembro de 2016 - segunda prisão e intensificação das pressões
Duas semanas depois de recusada a primeira delação de Léo Pinheiro, o empresário foi preso novamente. Segundo o despacho do juiz de primeira instância Sergio Moro, para "garantia da ordem pública, conveniência da instrução criminal e segurança da aplicação da lei penal". Começava aí a uma nova fase de pressões na fabricação da delação.

Moro prende de novo Léo Pinheiro em setembro após a delação da OAS ser suspensa
Em  outubro de 2016, um blog que atua como assessoria de imprensa clandestina dos promotores da Lava Jato publica uma nota revelando qual era o verdadeiro objetivo da prisão de Léo Pinheiro: obter qualquer afirmação que corroborasse a insustentável tese de que Lula seria dono de um apartamento no Guarujá.
Moro favorece delação de Léo Pinheiro
Novembro de 2016 - sem Lula, pena é aumentada em 10 anos
A pressão se intensifica sobre o empresário em novembro, quando sua pena é aumentada em 10 anos. A matéria do Estadão que noticia o caso faz referência à dificuldade em se conseguir uma delação de Léo Pinheiro: 

Tribunal impõe 26 anos de prisão para Léo Pinheiro da OAS
Abril de 2017 - o condenado Léo Pinheiro se dobra e mente
Finalmente, em abril de 2017, Léo Pinheiro se dobra, troca de advogados e faz o depoimento que os procuradores queriam incriminando Lula. O empresário diz ter sido o único responsável dentro da OAS pela questão do triplex e deixa claro que não tem provas do suposto acerto. 

Advogados deixam defesa de Léo Pinheiro por conflito de interesses
A prova de que a delação fabricada já estava até nas mãos da imprensa é que jornal Valor Econômico anuncia o depoimento horas antes dele acontecer, assim como o blog de assessoria clandestina de imprensa dos procuradores da Lava Jato em todos os vazamentos ilegais que saem da equipe.
Léo Pinheiro vai dizer hoje que triplex era de Lula, afirma Valor
Na condição de réu, Léo Pinheiro tem o direito constitucional de mentir para se proteger. Como testemunha, no entanto, ele está proibido de mentir. O juiz de Curitiba foi questionado para esclarecer a situação, mas não viu contradição entre a negociação com o Ministério Público por benefícios penais e a busca da verdade no processo.
O depoimento de Léo Pinheiro contradiz depoimentos anteriores de funcionários da OAS, feitos com o compromisso de dizer a verdade, que disseram que Lula não seria o dono do apartamento, mas um potencial cliente. Além disso, uma série de documentos comprovam que até hoje a OAS é a detentoda da propriedade do imóvel. 
Um Power-Point prova que o triplex não é de Lula
A narrativa negociada com o réu Leo Pinheiro muda substancialmente a denúncia apresentada pelo MPF naquele famoso power-point. Os procuradores acusaram Léo Pinheiro de ter transferido a propriedade para a família Lula da Silva em outubro de 2009, quando a OAS assumiu formalmente o empreendimento. Era uma acusação contrária aos fatos, testemunhos e documentos. Uma acusação absolutamente insustentável.
Também era (e é) insustentável a tese de que, desde 2009, o imóvel seria dado em troca de três contratos da OAS com a Petrobrás. Isso foi desmentido pelas auditorias externas e pelos depoimentos dos réus colaboradores Pedro Barusco e Alberto Youssef. Na farsa negociada com os procuradores da Lava Jato, Léo Pinheiro mudou sua versão e passou a dizer que:
a) João Vaccari exigiu que o triplex fosse "reservado" para Lula;
e
b) que o custo do imóvel e das reformas teria sido "deduzido" de supostos valores comprometidos pela OAS com o PT.
Claramente, a falsa versão negociada com Léo Pinheiro destina-se a cobrir os furos e inconsistências da denúncia do power-point, além de transferir sem provas, para outra pessoa (Vaccari), a responsabilidade pelos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro pelos quais Pinheiro é acusado na ação. Trata-se de uma farsa em favor do réu e dos levianos promotores.
Image and video hosting by TinyPic
featured

Prefeitura Municipal de Senador Georgino Avelino atrasa repasse de contribuição Sindical ao Sinte RN

abril 21, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Após informações repassadas para nossa equipe relativamente ao município de Senador Georgino Avelino não está repassando as contribuições dos Professores para o Sindicato (SINTE), procuramos a Coordenadora do Sinte Regional para sabermos detalhes do que estava acontecendo no município.

Entramos em contato com a Coordenadora Geral do Sinte Regional de Canguaretama, Telma Alves. Segundo ela, o repasse estava sendo repassado, porém com atrasos. Confirmando a nossa equipe, a data do Pagamento dos Professores, são nos dias 30, e o Executivo municipal, devem repassar o consignado do Sinte até o dia 10 de cada mês. O que não vem acontecendo. Segundo Telma, o repasse vem ocorrendo de 20 a 25. 

Concluindo, Telma, ainda nos afirmou que até o dia 18/04 não foi repassado a contribuição para o Sinte/RN. Finalizando, perguntamos se os descontos das contribuições, já seriam descontados dos valores dos Professores, em resposta, Telma nos Confirmou, portanto, só não foi repassado para o Sinte.
Image and video hosting by TinyPic
featured

Vereador Jandy Euflausino da cidade de Arez através de requerimento; solicitou aumento do efetivo da Polícia Militar da cidade e um Delegado de Polícia Civil

abril 20, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
O Vereador Jandy Euflausino, requereu em 16/03 do corrente ano, através de requerimento na Câmara municipal de Vereadores da Cidade de Arez/RN, uma Solicitação, junto á presidência da Mesa Diretora, para que fosse requerido ao Prefeito Municipal, Antônio Bráulio da Cunha, que oficie ao Governador do Estado do Rio Grande do Norte que seja Solicitado a Secretaria de Segurança Estadual a necessidade de um maior efetivo de Policiais Militares para o município de Arez/RN, bem como, a nomeação de um Delegado Titular para assumir o Comando da Delegacia de Polícia Civil do município. 

Em justificativa, o Vereador Jandy Euflausino, relatou que o efetivo de Políciais Militares no município é insuficiente para atender á demanda, enquanto isto o município fica refém da Bandidagem. 

O aumento do efetivo é na verdade um clamor da população que dia a dia se sente insegura com o aumento exagerado da criminalidade tanto na zona urbana, como também na zona rural, esclareceu o Vereador.

Sendo que, hoje a realidade é de dois policiais de serviços por dia, com isso a média é de um (01) policial para atender a 7.176 pessoas, ou seja, muitos habitantes para pouco policiais, o que certamente gera uma insegurança. Na Polícia Civil, ficamos na dependência da titularidade do Delegado Regional, entendo também, essa uma situação estarrecedora para um município que é sede de Comarca. Afirmou o Vereador Jandy Euflausino, em Justificativa ao Requerimento.

O Requerimento, do Vereador, que passou em Votação no Plenário da Casa Legislativa Municipal em 16/03, foi aprovado por Unanimidade dos presentes.
Image and video hosting by TinyPic
featured

Prefeitura de Mamanguape iniciou a Mamanguape CUP 17 na noite desta quinta-feira (20)

abril 20, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé
O Ex - Secretário de Esportes de Senador Georgino Avelino, Adriano Gustavo, iniciou nesta quinta-feira (20), a Copa Mamanguape CUP 17, uma realização, da Prefeitura municipal de Mamanguape/PB, organizada pelo Ex Secretário de Esporte de Georgino Avelino com categorias Sub 14 e sub 16.
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
Um grande evento de Futebol de Base, com grandes equipes participantes. A abertura do evento, foi feita na noite desta quinta-feira (20), no Estádio Municipal. Duas equipes, representam o município de Georgino Avelino na Competição. O Evento vai de 20 a 23 de abril. 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, grama, atividades ao ar livre e natureza
Com a realização, o Futebol de Base, poderá contar a partir da competição com novos destaques futebolisticos com categorias diferenciadas no Futebol de Base.
Assista ao vídeo da Abertura da Competição na noite desta quinta-feira (20):
Image and video hosting by TinyPic

EM JUÍZO, DELATORES NEGAM VAZAMENTOS CONTRA LULA

abril 20, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Ex-presidente Lula aponta casos em que delatores da Lava Jato, quando prestaram depoimento em juízo, contestaram versões que foram vazadas à mídia com teses contra o petista; foi o que aconteceu com a delação do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), que disse que Lula tinha intimidade com Paulo Roberto Costa, a quem tratava como "Paulinho"; já este afirmou que jamais viu Lula pessoalmente; o ex-senador Delcídio Amaral, que envolveu Lula numa suposta compra de delação de Nestor Cerveró, "foi desmentido por Bumlai, por Cerveró e até por ele mesmo", destaca texto publicado no site de Lula; "Por isso, em uma delação premiada, segundo a lei, não basta afirmar, é preciso afirmar e provar. Apesar disso, por mais difícil que seja acreditar, o Ministério Público Federal sustentou, em sua acusação aceita pelo juiz Moro, a tese de que Lula era chefe de um esquema criminoso unicamente em vagas delações de pessoas que efetivamente lesaram os cofres da Petrobras"

do 247
Image and video hosting by TinyPic

Formulário de contato